Olá!

Hoje a partilha será a experiência de uma noiva, que preparou o seu casamento a distancia. Isso mesmo de França até Portugal. Com muito amor e dedicação o sonho torna-se realidade.

A sua decoração foi pensada ao pormenor, criou um aconchego à cerimonia, por isso leiam toda a sua historia e deliciem-se com as fotografias.

Para quem está longe e sonha casar em terras Lusas, fica a inspiração da noiva Cátia Carmo.

A escolha do espaço ideal

Fui até uma tabacaria, apostar, quando reparei numa revista que dizia Eventos de Sonho. Eu adorei a revista, fala de tudo um pouco tirei ideias para juntar às minhas e foi nessa revista que vi a quinta que me fascinou pela fotografia, pela sua árvore pintada de branco e a simplicidade da decoração das mesas.

Profissional ? Acho que não!

Procurei no principio da organização e houve uma senhora muita simpática que me deu orçamento, mas era alto para o meu bugdet.

Já tinha muitas ideias guardadas na minha cabeça e fui tendo mais até fazer um plano do que queria, qual o tema do casamento e foi só juntar as peças.Pensei “- Eu consigo.”.

Mas claro não sozinha, contei com a ajuda do meu irmão que me levou os convites para Portugal, visto que estávamos em França deu em mão à família e o resto enviou por correio, eu como ia a Portugal passado um mês dele demos os restantes.

Chegada a Portugal

Cheguei a Portugal e comecei os contactos, comecei pela florista, que encontrei no casamentos.pt e seguiu-se o fotógrafo. Com seis damas de honor os mais difícil foi encontrar a cor que tinha escolhido Tiffany.

As últimas loucuras

A última semana foi muito stressante e passou super rápido. Precisava tratar dos últimos retoques da casa, escolher a maquilhagem, fazer as unhas etc.

A gota de água, deu-se quando o meu pai por acidente partiu a árvore da vida, chorei mas depois passou.

Um dia antes fomos à quinta levar as nossas coisinhas de decoração, não saí de lá enquanto não tivesse tudo como queria.

O grande dia chegou a horas

Eram 3 e 30H quando me fui deitar e estava de pé às 7 horas, acordei bem disposta, rumo ao cabeleireiro, com a minha mãe e uma amiga. Elas ficaram e eu segui para casa, e comecei a maquilhagem, enquanto amamentava a minha bebé.

Comecei a perceber o tempo a passar muito rápido, o fotografo chegou e ainda não estava pronta, pensei que não teria tempo de tirar fotos de robe com as damas, mas tudo entrou nos eixos e lá aconteceu.

Mas à saída de casa percebemos que haviam três ou quatro pessoas, que estavam sem boleia, lá se apertaram e ficou resolvido, felizmente eram apenas dez minutos de distância até a igreja.

As horas passaram e a minha bebé, chorava de fome, valeu-me o meu irmão que ficou para trás a dar-lhe o biberão.

Quando cheguei à igreja os nervos desapareceram, colocaram me o véu antes de entrar na igreja ao mesmo tempo que o padre veio me chamar para entrar.

O dia correu lindamente, divertimos-nos imenso, a quinta estava linda, a equipa que nos serviu também estávamos sempre a ser guiados por o chefe de sala… Correu tudo muito bem.

Fornecedores

Morado da Misocas Criações – Miriam Magalhães (Realização do mapa, planos das mesas, convites, placa de ardosia, marcadores de mesa, cones de arroz, livro de honra, as letras da mesa dos noivos.)
Noiva Cintilante – Robes de cetim.
Puraflor Eventos – Árvore da vida, livrinhos de pintura e phones.
Dream it – Canecas personalizadas.
Marlene Pereira – Porta chuchas.
Mara Jesus – Pulseiras para as damas.
Cuqui’s Cakes – Macarons & Party Stylin
Sandra Dinis – Porta alianças e topo do bolo
Noivo – As garrafinhas  de piri-piri

Eis a inspiração das fotografias lindas