Quando as pessoas pensam sobre um wedding planner, a pergunta que mais se faz, em relação ao organizador é: “Quanto custam os seus serviços?”. Mas vamos antes perceber o que faz um organizador de facto, para que possamos então pensar em um valor dito justo!

Depois do “Sim, aceito!”, começa uma imensa lista de coisas para pensar, fazer, pesquisar, enfim, algo inicialmente assustador, porque o tempo não pára simplesmente porque vão casar.  A vida continua, as contas mensais não param, as 8 horas de trabalho continuam, assim como todos os outros compromissos pessoais. Então onde sobra o tempo para organizar o casamento?

Nesse momento entra o pensamento – “E se contratarmos alguém para nos ajudar?” – mas logo de seguida pensam – “Mas quanto irá custar?”. Pois é, mas e se antes de pensarmos em valores fizesse-mos a seguinte pergunta – “Quais serão as suas responsabilidades?”.

A wedding planner irá:

  • Acompanhar os noivos em todo o processo para a realização do casamento;
  • Estabelecer contactos entre os diversos serviços;
  • Alertar os noivos, sobre datas, pagamentos, visitas e tudo o que envolve este dia especial;
  • Aconselhar fornecedores;
  • Alertar para as dificuldades, que acompanham este processo;
  • Informar de todo o código de cerimónia envolvente.

A organização leva horas, deslocações, comunicações, negociações, mediação de conflitos, e muitas outras coisas que de momento, não consigo nomear com palavras. rsrsrsrsrs

De forma geral, indico o orçamento do meu serviço, após uma primeira reunião, de forma a dar a conhecer o que faço, assim como conhecer os noivos e o que procuram. Só com essas informações detalhadas posso verificar e calcular um valor justo para a realização do casamento.

Percebo que procuram algo que não venha a influenciar muito o orçamento, porém vejam a contratação de um organizador como um investimento. Irão poupar muitos stresses, erros e por vezes até na carteira.

Ainda com dúvidas? Vêm necessário contratar alguém para ajudar na organização, ou nem por isso?

Partilhar