Sempre que são convidadas para este papel super importante, questionam-me “- O que devo fazer?”, na maioria é também um pedido de ajuda, quando se dão conta da responsabilidade.

Existe a tendência de desvalorizar o organizador de casamento, pois acham um enorme gasto, e decidem começar a dividir tarefas, mas será que corre bem? Muitas vezes sim, mas nem sempre e na maioria das vezes é a madrinha da noiva que absorve todo esse stress, para que a sua afilhada possa desfrutar de cada momento.

 

“Á conversa com elas…”

Procuramos saber a opinião das madrinhas de casamento, sobre o real papel das mesmas e quais os seus desafios.

A primeira vez que fui convidada a ser madrinha, eu não sabia como devia agir, e com o tempo amadureci, e vi que é importante ajudarmos nos preparativos antes do casamento, cuidar do afilhado no próprio dia, mas sobretudo depois. Depois do casamento vão surgindo vários pensamentos, desafios e a madrinha está lá para ouvir, aconselhar, ralhar ou dar um mimo quando necessário.

Guardo na memória vários momentos: quando tive uma conversa séria com um dos meus afilhados 2 dias antes de casar, falei que mesmo estando casado, ele não pode deixar de investir nele. O momento em que coloquei o véu na minha afilhada foi bastante emocionante. Aquele abraço depois da cerimónia, não há palavras para descrever…resolver situações delicadas sem os noivos se aperceberem… carrego uma coleção de momentos.

Com o tempo desenvolvemos um laço mais forte não apenas com os afilhados, mas também com a respectiva esposa, e a vontade de cuidar dos afilhados é cada vez maior.

Hoje não tenho apenas 6 afilhados, hoje eu tenho 6 melhores amigos, que fazem parte da minha família. Ser madrinha é isso, ter ombros fortes para estar presente, apoiar e amar cada um de uma forma incondicional.

Winnie Nogueira

A experiência acima é inspiradora, não posso deixar de partilhar mais uma história hilariante, de alguém que até vésperas de casamento descobre que não seria mais madrinha de casamento.

Sempre que falava do casamento, mencionou que eu seria a madrinha, devido a nossa forte amizade. Quando ficaram noivos manteve-se o convite e claro aceitei. Mas logo veio a “teoria” dos padrinhos. Desde o inicio avisei que não tinha como ajudar financeiramente, deixei em aberto que caso quisesse  escolher outra pessoa sem problema.Mas não fez, disse que o seu convite estava depositado, na consideração pela nossa amizade e não na ajuda monetária.
Porém muito próxima a data de  casamento houve uma grande distancia entre nós , acabamos por ficar quase sem falar de uma hora para a outra. Mas quando precisou de um GRANDEEE favor lembrou-se de me pedir, mas enfim….eu já estava a estranhar o fato de o casamento estar as portas, e ainda não me ter pedido, os documentos para a ata da Igreja, foi quando eu percebi que já não seria a madrinha.

Enfim esse não foi o problema de todo , mas sim a forma como ela fez, acho muito mais bonito a pessoa ter coragem e dizer ” Olha resolvi escolher outra pessoa , IT’s OK FOR ME não ia morrer por causa disso , nem ficar chateada , custou muito mais a atitude da pessoa do que o não ser madrinha.

P.Z.

Seguem a check list para as madrinhas de casamento:

  1. Deve acompanhar a noiva na escolha do vestido.
  2. Ajudar a planear o casamento.
  3. É também de sua responsabilidade organizar a noite de despedida de solteira da noiva, de preferência algo que a noiva aprecie e não uma festa ou um fim-de-semana que a madrinha gostasse de fazer.
  4. No dia do casamento, deve ajudar a noiva a preparar-se, acompanha-la nos momentos anteriores ao casamento, acalmando-a e dando-lhe apoio.
  5. Deve também ajudar a noiva a fazer as malas para a lua-de-mel, e assegurar-se que a mala da noiva para a noite de núpcias é entregue no quarto de hotel onde os noivos vão passar a noite, se não partirem directamente para a lua-de-mel.
  6. Durante a cerimónia deve assegurar-se que a noiva está sempre no seu melhor, desde ajudar a ajustar o vestido, ou ajudar a compor a maquilhagem ou o penteado.
  7. A madrinha deve também ser a responsável pelo ramo da noiva durante a cerimónia.
  8. Durante a recepção deve dançar com o padrinho, e ajudá-lo na decoração do carro de saída dos noivos e na decoração do quarto da noite de núpcias, bem como ajudar a noiva em todas as situações mais complicadas.
  9. A madrinha deve assumir o seu papel, estando sempre atenta e disposta a ajudar a noiva e nunca se distrair pensando só em si.

E vocês o que tem a dizer sobre madrinha de casamento? Partilha a tua experiência e deixa uma lembrança para a tua madrinha de casamento, retribui o carinho dela. Fica a dica.

 

Partilhar