Tudo o que é novo assusta um pouco quem já se encontra há mais tempo na área, e penso que seja essa a grande dificuldade para conseguirmos integrar o mercado.

Quem já está no mercado precisa de uma constante renovação, para se manter no mercado, por outro lado os novos empreendedores vem com uma nova visão apesar de imatura, porém vestida com muita coragem e força o que se torna uma ameaça aqueles que já estão desgastados pela rotina.

Porque mudei de opinião?

No inicio do blogue eu não dava dicas, nem sugestões de como poderiam realizar o casamento, pensava que dessa forma iria perder clientes, porque tendo toda a informação disponível não precisariam de mim.

Porém quando assisti a um curso on-line percebi rapidamente que estava completamente errada, que ao dar informação demonstro que domino a área e transmito confiança a quem acompanha o meu trabalho.

Ao mudar a minha perspectiva, ganhei mais visitas, mais pedidos de orçamento e alguns converteram-se em clientes. E ainda consegui dar-me a conhecer no mercado.

Não acreditei

Em uma feira de casamentos, deparei-me com duas profissionais de casamento como eu, no inicio do percurso, sedentas por mais conhecimento. Apesar de tanta vontade, depararam-se com inúmeros profissionais que lhes deram informações erradas, nem acreditei quando me disseram.

Em uma breve conversa partilhei experiências que tinha passado e marcamos uma reunião de partilhamos contactos. Ou seja ao conhecer outros profissionais aumentas a tua rede e consegues alcançar outras pessoas, melhoras como profissional.

Algo que continuei a fazer, porque vi ser algo que me enriquece-se muito como profissional, partilho convosco mais uma experiência:

“Já há alguns anos que faço toda a organização e logística de eventos e casamentos sempre para uma entidade patronal.
Em 2018 dei início ao meu sonho o meu projeto eventsplanner/weddingsplanneer todos os dias é uma conquista.
Deparei – me com algo que a meu ver acho diria eu que parvo, colegas ajudarem – se, ou seja se tento que me ensinem ou ajudem na que ao inicio era uma dificuldade, marketing digital e plataformas, não diziam que não mas também desapareciam do mapa.
A Liliana sinto que está no mesmo mundo que eu pois tínhamos só a ligação de uma parceria de quintas e basicamente sem muito contato rapidamente se prontificou e lá fomos nós beber café e de facto ela é do mesmo que eu.
Em tantos mas tantos que conheço foi a única que se prontificou e ajudou, aliás o tempo passa e nós as duas cada vez mais fazemos essa troca.”

Qual a tua opinião sobre o tema? Já passas-te por algo parecido?

Partilhar