A pergunta que não quer calar: “Mas se não trabalhas fora, quer dizer que dependes do teu marido” a resposta é não!

Tudo se trata do teu ponto de vista, e como ambos trabalhamos com o mesmo objetivo, ninguém depende de ninguém.

O meu esposo gere as finanças, eu a casa e tudo o que ela necessita. Se ele está bem e eu também tudo irá fluir.

Tenho consciência da nossa condição financeira, assim posso medir, ponderar e priorizar os nossos gastos. E tudo é decidido pelos dois.

Atenção que nem sempre foi assim! Para chegarmos aqui já tivemos as nossas turras e em tempos até fui eu a tentar gerir as finanças mas o resultado não foi muito bom. Kakakaka!

Temos consciência que ambos precisamos de cuidados pessoais e esses incluem também diálogo. Não se trata de pedir a um ou a outro, mas sim conversar para saber se é possível ou não avançar.

Mesmo quando trabalhava fora, decidíamos juntos os gastos e sempre confiamos muito um no outro.

Imaginem se eu quisesse investir em tratamentos estéticos e ele em uma casa ou carro. Daria certo? Claro que não! Fazemos sacrifícios juntos, e juntos saboreamos as vitórias.

Cada um com o seu trabalho, remuneração conjunta e claro desfrutamos em conjunto também. Porque o bem dele é o meu e vice versa!

Meu dinheiro e teu dinheiro ou nosso dinheiro ? Conta-me como te faz mais sentido ?

Partilhar