O ano novo está à porta e com ele, vem sempre uma grande motivação, para mudar algo na nossa vida.

Seja terminar algo que está super atrasado, começar algo que estamos a adiar o ano inteiro enfim por aí.

A verdade é que o ano começa e toda essa motivação desaparece. Não existe um plano concreto do que queremos realizar, logo não realizamos nada.

Como uma onda do mar que nos dá uma rasteira e nos embrulha na água, e aí para sobreviver activamos o modo “concha” e deixamos que ela nos leve até a beirinha (cheios de areia kakaka).

Basicamente sem plano, não existe concretização, sem concretização vem a frustração. Por isso o post de hoje, vai mostrar dicas, quase a custo zero, para que o teu 2019 seja muito produtivo.

Material necessário

Papel e caneta, aquela música de fundo super tranquila e um ambiente calmo.

Prepara o ambiente e deixa te sonhar, escreve tudo aquilo que desejas e tem estado pendente. Não coloques limites.

É essencial escrever porque  torna-se palpável o que estamos a desejar.

Barra do tempo

Um ano tem, 12 meses, 365 dias, 8,760 horas 525,600 minutos e 31,536,000 segundos. Parece-te suficiente para realizares os teus objectivos da lista acima?

Começa por dividir em uma folha, os meses do ano, depois as semanas e só depois os dias.

Da lista inicial, faz uma média de tempo que poderás precisar para concluir cada objectivo. Por aqui vais começar a perceber que existem alguns, que não consegues concretizar em apenas um ano, mas coloco-o em stand bye.

Pendentes urgentes

Na tua lista inicial de certeza que em primeiro lugar colocas-te aqueles objectivos, que tens estado a adiar consecutivamente.

Começa por esses mesmos, define uma estratégia diária e não deixes que caia no esquecimento. Uma dica muito útil será colocar em um local visível e de fácil consulta os teus objectivos, para que todos os dias ou quase todos, possas ver e reflectir se estás a caminhar rumo à concretização dos mesmos ou não.

Áreas da vida

Além do tempo e das prioridades, procura dividir a tua lista por áreas de vida, ou seja: financeira, saúde, espiritual, sentimental, familiar.

Desta forma, nenhuma área será esquecida e consegues visualizar onde estás a colocar mais ou menos força. Vai ajudar-te a equilibrar o foco.

Enfim

O velho ditado diz : “- Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje.” Quando planeias algo e defines cada tarefa a executar para alcançar o fim desejado, o teu dia fica concretizado e o que é preciso fazer amanhã é feito amanhã.

Como costumam dizer-me “- Não precisas ser um cavalo de corrida”, se terminaste tudo a tempo, procura uma outra actividade de recompensa pelo objectivo concluído. Algo que te faça relaxar, como assistir vídeos, beber café, dar uma volta pela rua, enfim algo que gostes.

Opinião 

Mãos-a-obra? Conta-me se as dicas ajudaram e conta-me quais os teus segredos para concluíres os teus objectivos.

Próximo post

Com os teus objectivos delineados, agora vamos precisar de uma ajuda extra, vou dar-vos aplicações, dicas de agendas, cadernos, para terem tudo na ponta do lápis.

 

Partilhar