Como vos disse esta semana é de partilha de experiências, o post de ontem deu um grande alvoroço, sabes porquê? Não deixes de ler, Se pudesse, mudava a lista – Mirta Furtado.

Ao contrário de ontem, hoje temos a experiência da Isabela, que contou com pouco tempo para organizar tudo e conseguiu focar-se na sua lista de convidados. Mas será que foi tarefa fácil?

Tempo de preparação

Infelizmente não tive muito tempo para preparar o meu casamento, por isso, preferi fazer algo simples e apenas para os amigos e familiares mais próximos.

Tive um anjo que conseguiu salvar todo o processo da preparação e ajudou-me em muitos dos detalhes, uma amiga. Que inclusive foi uma das minhas damas de honra. Mas fui uma noiva bastante presente em toda a preparação e busquei colocar a minha essência em cada detalhe.
Apesar da ausência de ajuda profissional, a união fez toda a diferença.

A maior dificuldade

A maior dificuldade foi controlar a ansiedade, eu queria que tudo estivesse como tinha planeado. Tentei que as coisas corressem o mais naturalmente possível, mas controlar-me foi complicado, queria estar em todos os lugares ao mesmo tempo… E claro que isso é impossível, aff.

A semana mais tranquila

A última semana parecia um sonho, estava pronta para iniciar uma vida a dois, eu e o meu marido estávamos mais focados com o depois do casamento, a festa foi a menor preocupação.
Somos o tipo de casal que preferiu concentrar forças em preparar-mo-nos para as demais “despesas” que viriam após o casamento.

O meu dia C

O dia correu como esperámos, casamos em Janeiro, e o mais impressionante não choveu naquele dia e não estava frio, incrível.

Para nós, quando nos lembramos do dia, felizmente só temos boas memórias. Estavam pessoas queridas a acompanhar o nosso momento e isso vale por tudo.

Fornecedores

Hotel Éden Estoril – Recomendo
Cunha Gourmet – Pastelaria